Escolha uma Página

COMPETIÇÃO QUE ACONTECE NO RIO JÁ FOI PALCO DE PROJETOS INOVADORES DO MUNDO INTEIRO

Pense em uma competição na qual o que está em jogo é o reconhecimento de projeto mais inovador do ano. Onde são apresentados os mais variados projetos tecnológicos, vindos dos mais diferentes países e estados brasileiros. A crescente a isso, uma banca julgadora rigorosa e altamente  gabaritada formada por empresários e investidores nacionais e internacionais com vasta experiência no mercado, sobretudo, no segmento de TI. Esse é o Salão da Inovação, competição cuja final acontece durante a realização Rio Info e é um dos espaços mais badalados do maior encontro de TI e negócios do Brasil.

Com o objetivo de apoiar projetos desenvolvidos no Estado do Rio, a primeira edição do Salão da Inovação aconteceu em 2009 com a participação de apenas 13 projetos. Hoje, a competição não possui fronteiras e os números são bem diferentes. Durante os 8 anos de realização da premiação, em torno de 3500 projetos desenvolvidos no Brasil e no exterior já foram apresentados, dos quais, 17 foram premiados.

A competição é divida em etapas regionais, que com apoio do Sebrae, os projetos mais inovadores são eleitos em diferentes estados. A escolha dos projetos internacionais fica a cargo dos parceiros do Rio Info nos países de origem. A  apresentação dos finalistas e premiação do vencedor acontece sempre durante Rio Info.  Em 2016, um projeto  de monitoramento agrário deu o título para a Argentina. Segundo a CEO da Codes, María Laura Palacios, que já participou de três edições do Rio Info, mas competiu pela primeira vez no Salão, o objetivo do Puma (como é chamada a plataforma) é monitorar hectares de plantações para controle da evolução do cultivo, como a chegada de pragas, por exemplo. A ferramenta gerencia e armazena grandes volumes de dados de informação georreferenciada a partir de mapas de autodefinição. “O setor agrário não é integrado. Poder gerar indicadores que ajudem na tomada de decisão do agricultor é uma grande inovação”, afirmou María.

Vitrine – Nas edições anteriores, os projetos premiados no Salão tiveram grande exposição na mídia e entre a comunidade de tecnologia graças ao destaque do Rio Info, o que gerou interesse de investidores. Em 2012 o aplicativo vencedor “Hand Talk”, de Alagoas, após o Rio Info foi eleito o melhor aplicativo do mundo na categoria móbile pela ONU. A plataforma traduz conteúdos em português para a língua brasileira de sinais (Libras) e tem por objetivo a inclusão social de pessoas surdas. No ano seguinte, em 2013, os vencedores foram convidados pelo governo britânico, para um estágio em Londres para conhecer e interagir com as empresas do Tech City.  “O Salão da inovação, apesar de ser uma competição de amplitude internacional, acaba também funcionando como uma espécie de termômetro que nos ajuda a mensurar o grau de desenvolvimento e competência técnica dos projetos brasileiros. E o que está mais do que evidente é que o Brasil, no que diz respeito a inovação, é absolutamente competitivo com qualquer país do mundo”, ressaltou Alberto Blois, coordenador geral do Rio Info.

Sem dúvida, todos os que participam da competição esperam voltar com o prêmio de projeto mais inovador pra casa. Porém, independente de quem seja o vencedor, a mera participação na competição já rende frutos aos competidores. É o que contatou um dos finalistas a última edição do Salão, Sergio Rodrigues , CEO da Lemob. “ CEO LEMOB, que presentou um sistema de gestão de limpeza urbana “Apresentar esse sistema pela primeira vez e já ser um dos finalistas foi maravilhoso. Todos querem sair vencedores, mas só os contatos que estou fazendo já está sendo muito positivos. Pessoas de muitas outras cidades querendo o nosso sistema”, afirmou Sérgio á época da competição.

A banca – Para sair vencedor, primeiro é preciso passar pelo crivo da rigorosa banca julgadora formada por diversos empresários e investidores, nacionais e internacionais, com uma vasta bagagem de experiência em diversos seguimentos da Tecnologia da Informação e do mercado como um todo. E não basta um bom projeto para ser o vencedor.  “Você precisa ser forte não apenas na questão técnica da inovação, do desenvolvimento do produto, mas também na sua estratégia de marketing. Qual é o seu modelo de negócio? Como captará clientes? Todos esses itens combinados irão fazer o vencedor do Salão da Inovação”, ressalta Tom Nash, CEO da empresa canadense Xalles e membro da banca julgadora.

Ao longo dos anos o Salão da Inovação também inovou e passou por diferentes formatos para estimular ainda mais a participação de diferentes perfis de projetos e em estágios de maturidade distintos. Porém, a capacidade de surpreender os expectadores continua sempre a mesma, não atoa que é um dos espaços de mais destaque no Rio Info.

Para quem tem um projeto e deseja concorrer no Salão da Inovação deste ano, acesse o  site do Rio Info e saiba como participar. O Rio Info 2017 vai acontecer entre os dias 25 e 27 de setembro, no Centro de Convenções Sulamérica, Centro – Rio de Janeiro. As inscrições podem ser realizadas também através do site rioinfo.com.br. Para outras informações: (21) 3974-5026 ou rioinfo@rioinfo.com.br.

FALE CONOSCO

Rio Info 2017 - 15 anos consecutivos de sucesso.

Pin It on Pinterest

Share This