Escolha uma Página

O BRASIL E SUA INTERNET EM 2030

24 de setembro – 09h às 18h

09h às 09h30 – Rumo à economia do futuro
O segmento de TI e Internet exibe notável pujança no Brasil, e tende a se constituir em um importante vetor de liderança no processo de retomada econômica do país. Mas como assegurar que tal processo ocorra sem sobressaltos e com a devida consideração a todos os desafios pendentes? O Projeto i2030 foi concebido para tentar responder a esta questão. Esta introdução ao Seminário apresenta a iniciativa e justifica a sua importância no âmbito da RIO INFO.
Palestrante: Prof. Tadao Takahashi – Projeto i2030

09h às 10h30 – Rumo à economia do futuro
Um dos desafios principais do mundo contemporâneo é a necessidade de compatibilizar o sistema econômico prevalente (e fortemente baseado em consumo ilimitado de materiais, energia, etc.) com a preservação/manutenção de serviços ecossistêmicos dos quais dependemos crucialmente. Outro desafio associado é o da utilização crescente de TI e Internet, que “virtualiza” e acelera transformações radicais (e não somente econômicas) no mundo, passando ao largo de considerações como a propriedade de dados pessoais, a proteção a privacidade, a cautela na difusão de sistemas autônomos etc. Em ambos os casos, há uma dimensão ética que perpassa atividades econômicas, novos serviços e os papéis de atores (governamentais, econômicos, sociais). Esta apresentação aborda os aspectos acima mencionados e, enfocando TIC e Internet, destaca a necessidade urgente de ação na dimensão ética para dados, algoritmos etc. no Brasil.
Palestrante:
Prof. Ricardo Abramovay – USP

10h30 às 11h15 – Internet das Coisas no Brasil: Desafios imediatos
A Internet das Coisas constitui, no mundo e no Brasil, a pedra de toque para a promoção de um novo ciclo de inovação em TI, Internet e suas aplicações em todas as áreas. Coerentemente, os principais movimentos recentes no Brasil, tanto no governo como no setor privado, colocam ênfase em IoT. Mas também expõem alguns desafios renitentes e que demandam ação imediata, tais como segurança, ética, etc. Esta apresentação aborda esses desafios.
Palestrante:
Prof. Pablo Cerdeira – FGV-RIO

11h15 às 13h – A dimensão ética em dados, algoritmos e aplicações: Uma agenda de prioridades para o Brasil
O que é necessário pensar/propor/fazer para incorporar uma dimensão ética às discussões e ações rumo a um setor de TI e uma Internet menos “distorcidos”, em diversos sentidos, no horizonte de 2030 no Brasil? Como influenciar a agenda política/tecnológica internacional? Este painel propõe discutir esse tema e analisar as possibilidades do Brasil nessa seara global que, a par das ações de destaque como a construção do duo CGI/NIC.BR e do Marco Civil da Internet), o País é um ator secundário.
Moderador:
Demi Getschko – NIC.BR

Palestrantes:
Henrique Faulhaber – CGI
Marcos Dantas – UFRJ
Pablo Cerdeira – FGV – RIO
Ricardo Abramovay – USP
Tanara Lauschner – UFAM

14h às 14h45 – O design eticamente alinhado de sistemas inteligentes e autônomos
A IEEE, a maior associação de engenheiros do mundo, gerou um documento de diretrizes sobre Design Eticamente Alinhado que já está em uma segunda edição, e resultou do “crowd-sourcing” de mais de 250 especialistas de todo o mundo. Esta apresentação, a cargo de participantes brasileiros de destaque nesse esforço da IEEE, discute o documento e sua aplicação no Brasil, dentro de um contexto mais amplo sobre Ética de Valores em Inteligência Artificial, Robótica, IoT etc.
Palestrantes:
Prof. Edson Freitas – UFRGS
Prof. Luís Lamb – UFRGS

14h45 às 15h30 – A cidade Brasileira como o “Locus” de desenvolvimento mais humano, inteligente e sustentável
Redes de alta velocidade e computação em nuvem “desterritorializam” serviços e aplicações que operam na Internet. Por outro lado, a Internet das Coisas, em uma primeira abordagem, enfraquece ou elimina os limites entre setores e segmentos de serviços e aplicações. Em contraposição, a cidade se constitui no “locus” natural em que serviços e aplicações específicas se apresentarão a seus usuários. Mas como as cidades brasileiras devem priorizar a incorporação de TI e Internet a seus esforços de desenvolvimento econômico e social com eficiência e equidade, promovendo a qualidade de vida? Esta apresentação introduz o conceito de Cidades mais Humanas, Inteligentes e Sustentáveis – CHIS e discute como TI e Internet poderão ganhar papel crítico em cidades brasileiras no horizonte de 2030.
Palestrante:
Prof. Eduardo Moreira da Costa – UFSC

15h30 às 16h30 – Uma internet de valores em 2030 no Brasil: Reflexões e Recomendações
Uma Internet de Valores poderá surgir, no horizonte de 2030, com feições bastante distintas das atuais: a prevalência de descentralização e distribuição de funções; a promoção de microcréditos como forma de mitigar o paradigma atual de “o produto é você”; a proteção de dados; a transparência de algoritmos inteligentes etc. Pode o Brasil se mover nessa direção sem depender criticamente de empresas e governos dos países mais desenvolvidos? Este painel se debruça sobre essas questões e tenta esboçar uma agenda de prioridades para os próximos anos e para a década de 2020.
Moderador:
Demi Getschko – NIC.BR

Palestrantes:
Edson Prestes – UFRGS
Eduardo M. Costa – UFSC
Eduardo Magrani – ITS Rio
Henrique Faulhaber – CGI
Luís Lamb – UFRGS
Ricardo Abramovay – USP

FALE CONOSCO

Rio Info 2017 - 15 anos consecutivos de sucesso.

Pin It on Pinterest

Share This