Escolha uma Página

 

 

O que é a Transformação Digital e como ela te ajudará na criação de estratégias de diferenciação

Quando pensamos em Transformação da nova Era pensamos logo em tecnologia, até porque ela viabilizou muitas coisas, mas essa transformação vai muito além da tecnologia,  é uma mudança de paradigma. Essa mudança de mercado está acontecendo à nossa volta em uma velocidade jamais vista. As empresas precisam ficar atentas a essas mudanças, antes de serem surpreendidas por um concorrente disruptivo ameaçando seu negócio de um dia para o outro.

Transformação da nova Era começou acontecer com o surgimento de muitos negócios inovadores nos últimos 5 anos com coisas que ninguém imaginava a 10 anos atrás. Isso aconteceu devido a abundância de tecnologia. Alguns exemplos de quem está surfando nessa onda é Uber, Netflix e entre outras. Quem imaginava que iríamos pedir um carro através do celular ou quem imaginava que poderíamos usar streaming para assistir a um vídeo? São coisas que só foram possíveis através da popularização da internet, smartphones e da tecnologia.

Outro ponto importante da Transformação Digital é a mudança na forma de se fazer negócios, da complexibilidade e a mistura de mercados. Ao invés de simplesmente vender um produto, as empresas vendem propósito e serviços que facilitam a vida dos clientes. Devido a esse fenômeno novos concorrentes para negócios existentes estão surgindo. Precisamos criar formas de nos diferenciar no meio a multidão e uma forma de fazer isso é pensar em trabalho com nichos de mercado. Um exemplo disso vem com o surgimento da Leiturinha, o maior clube de livros infantis do Brasil. Muitos podem achar que é uma marca que vende livros para crianças, mas não, existe um trabalho por trás que faz a marca vender um propósito para vida de quem compra. Os livros são selecionados através de uma curadoria e ainda vem em um kit todo diferente que é enviado para a criança. Hoje a Leiturinha pode ser a solução dos pais que não tem tempo e a expertise de escolher livros para a idade do filhos e ainda pode ser concorrente de nicho de grandes livrarias.

Real importância das tecnologias no processo de transformação digital

Hoje não dá para pensar em nada que não tenha tecnologia envolvida. Blockchain (Base de dados que guarda registro de transações seguras), IoT (Internet das Coisas), Big Data, computação em nuvem e inteligência artificial. Essas novas tecnologias são as principais tendências do futuro para o mercado, elas aumentam a eficiência, permitem maior interação entre empresas e clientes, e com essas tecnologias conseguimos informações estratégicas para criação de produtos ou serviços.

Ter essas tecnologias aliadas ao seu negócio é importante para o futuro da sua empresa, pois elas vão permitir que você esteja sempre à frente desenvolvendo soluções inovadoras para seu cliente.

Alguns exemplos de inovações que estão sendo aplicadas pelas empresas para se diferenciar dos concorrentes:

  • A inteligência artificial contribui para um mundo mais acessível

Existem vários exemplos de aplicações que usam Inteligência Artificial para o processamento das informações, mas cases do uso da tecnologia para acessibilidade está no radar das empresas que lutam por esse causa.

1) Empresa usa Inteligência Artificial para converter textos e audios para LIBRAS

A Startup Brasileira, Hand Talk, fundada em 2012, usa Inteligência Artificial para converter textos e áudios do português para a língua de sinais, LIBRAS.  De acordo com o site da marca seu Tradutor de Sites traz acessibilidade digital em Libras para a comunidade surda e seu Aplicativo quebra a barreira de comunicação que há entre ela e os ouvintes. As soluções buscam democratizar o acesso à informação e à comunicação, sendo complementares ao trabalho dos intérpretes de Libras. 

O aplicativo foi eleito pela ONU o Melhor app de acessibilidade da América Latina e Caribe. Medellín-COL (2015). Esse ano, 2019, a Hand Talk foi uma das 20 organizações selecionadas para receber o aporte compartilhado de 25 milhões de dólares do Google.org, por meio do programa Google AI Challenge. Além do investimento, as organizações também vão ganhar mentorias e auxílio dos profissionais de IA (inteligência artificial) do Google. 

2) Rexona desenvolve aplicativo que auxilia deficientes na Indonésia

De acordo com o site mmaglobal a marca Rexona queria resolver um problema indonésio – a grande dificuldade na mobilidade, especialmente para os deficientes – e ser um defensor do movimento no país. Sua campanha foi projetada para não apenas fornecer ajuda à comunidade de deficientes que enfrenta desafios de mobilidade todos os dias, mas para construir um movimento com todos os indonésios e tornar o país mais acessível. 

Para a campanha foi desenvolvido um aplicativo com o nome de Gerak. Ele foi criado como um aplicativo de assistente de mobilidade com a tecnologia de voz do Google e informava aos usuários onde eles poderiam localizar os locais mais adaptados para deficientes físicos em sua área atual. Os usuários também podem reservar transporte diretamente através do aplicativo, graças à parceria da Rexona com a Grab, empresa líder em viagens compartilhadas, que permitia que os usuários de aplicativos não apenas encontrassem lugares que pudessem aproveitar, mas também solicitassem diretamente uma viagem acessível para deficientes até aquele local. O aplicativo Gerak foi desenvolvido com a tecnologia Cloud Speech API e Dialogflow do Google. Alimentado por suas capacidades de inteligência artificial, o aplicativo Gerak era um chatbot ativado por voz que podia direcionar pessoas com deficiências a lugares acessíveis para deficientes físicos. 

Com os dois exemplos podemos perceber que a Inteligência Artificial veio para contribuir com uma qualidade de vida para das pessoas.

  • Realidade Aumentada simplifica a compra e engaja as pessoas 

Outra vantagem da abundância de tecnologia é a Realidade Aumentada. Ela é usada para unir o mundo real com o virtual, através da utilização de uma câmera. A Realidade Aumentada altera o mundo real do usuário. 

Separei alguns exemplos da utilização dessa tecnologia.

1) Experimente os produtos de forma online antes de comprar

A nova aplicação IKEA Place torna a decoração mais simples. A marca viu a insatisfação de muitos clientes em comprar um lindo produto para decoração de casa só quando chega em casa descobre que produto não cabe no local desejado. Para deixar esse problema no passado, a marca investe na tecnologia de Realidade Aumentada. De acordo com o site da marca a aplicação IKEA Place, lançada em 2017, permite aos clientes verem exatamente como mais de 2.000 móveis e artigos de decoração ficariam nas suas casas. Dessa forma, facilita a vida dos clientes reduzindo transtornos causados por falta de espaço ou não ornamentação com a decoração.

2) Ruffles cria jogo de realidade aumentada

No Brasil, a Ruffles precisava apresentar uma nova marca juntamente com uma nova campanha. Sabendo que um manifesto de vídeo de três minutos sobre a importância dos amigos não chamaria a atenção dos adolescentes, o Ruffles criou um jogo que seria relevante aos seus olhos: o AmiGO. O jogo de realidade aumentada, somente para celular, transformou amigos em personagens. Para participar, um usuário ativou a câmera em seu telefone e colocou fones de ouvido. Seus amigos puderam ver o que a câmera do celular viu, enquanto o usuário via o que o jogo mostrava. Graças à realidade aumentada do jogo, os amigos viram as fichas de Ruffles ao redor do usuário e podiam enviar comandos de voz para guiar o usuário a pegar os chips. O usuário tinha que seguir as instruções de seus amigos, já que só eles podiam ver os babados. Quanto mais fichas o usuário pegar, mais pontos para todos. Os pontos foram colocados em um ranking semanal, e os principais artilheiros foram anunciados nas contas de mídia social da marca. 

3) Pokemon Go, aplicativo móvel mais utilizado em 2016

Criado em 2016, Pokemon Go, é um jogo que usa realidade aumentada. De acordo com o Wikipedia o jogo se tornou um fenômeno global e um dos aplicativos móveis mais utilizados em 2016, baixado mais de 750 milhões de vezes em todo o mundo.  

Na época não tinha quem não queria tirar uma foto segurando um pokemon virtual.

Explore a tecnologia na Transformação Digital – Faça parte da rotina do seu cliente

Muitos pensam: “mas minha empresa não desenvolve nada em Big Data, Inteligência Artificial ou IoT, por esse motivo não tem como aproveitar a transformação digital”. Mas isso é mito, você não precisa desenvolver nada para surfar na onda da transformação digital.

Por exemplo, com a popularização do Digital as pessoas estão atrás das telas dando sua opinião ou em busca de produtos, serviços ou empresas. A empresa que quer fazer parte da rotina do seu cliente precisa estar online, para poder estar presente no dia a dia, pois é dessa forma que ela terá chances de ser encontrada e fazer parte do cotidiano das pessoas.  

  • Itaú lança campanha para país após estudo de comportamento do consumidor

Um exemplo para isso foi o Itau que para lançar uma campanha e melhorar sua eficácia, estudou o comportamento dos pais no Facebook, plataforma onde foi veiculada a campanha. Os resultados mostraram que, durante o dia, enquanto eles estão no trabalho, os pais acessam os desktops. O oposto acontece à noite. Em seguida, os pais se conectam através de plataformas móveis, quando estão com crianças. Anúncios direcionados entregavam os livros ao público certo – pais de crianças pequenas; na hora certa – perto da hora de dormir. Dessa forma, com dados disponíveis, o Itaú conseguiu ter sucesso na sua campanha. 

  • Empresas acreditam que os chatbots vão ficar por muito tempo e esse cenário não irá mudar

Outro ponto importante é a empresa estar online 24 horas por dia 7 dias por semana podendo prestar suporte ou informação ao cliente no momento da dúvida ou problema que ele enfrenta. No passado, para muitas empresas isso pode parecer um sonho impossível, pois a quantidade de funcionários era pequena ou até mesmo não tinha verba para atendimento 24X7. Mas hoje, um exemplo popular da utilização de Inteligência Artificial pelas empresas são os famosos Chatbots.  

Essa tecnologia é uma ferramenta que vem mudando a maneira como as empresas se relacionam com os seus clientes e prospects. Isso se deve pela disponibilidade constante e tempo de resposta quase que instantâneo. Com a IA (Inteligência Artificial) cada vez mais aperfeiçoada, esse programas conversam com usuários utilizando plataformas como Facebook e sites de e-commerce. 

De acordo com a pesquisa, Global Chatbot Trends Report, realizada pela Mindbowser em 2017, é crescente a quantidade de negócios que vêm benefício na utilização de chatbot para ajudá-los com o serviço de atendimento ao cliente.  Chatbots podem adquirir tarefas consumindo menos tempo e os Humanos podem dedicar mais do seu tempo a tarefas mais importantes. Ainda de acordo com a pesquisa, o Facebook messenger é a plataforma mais propensa para as empresas construírem chatbots onde 92% dos pesquisados têm interesse, seguido por 80% de empresas que têm interesse em construir chatbots em seu seu próprio site. De acordo com a pesquisa, 95% dos entrevistados acreditam que a função de atendimento ao cliente será a mais beneficiada com o uso dos Chatbots, seguida de Vendas/Marketing, processamento de pedido, Mídia social, Pagamentos, Recrutamento e outros. E ainda, 96% das empresas pesquisadas acreditam que os chatbots vão ficar por muito tempo e esse cenário não irá mudar. 

Diante desses números é importante lembrar que Ter essa tecnologia aliada ao negócio será muito importante para agilizar o atendimento e suporte para os clientes.

  • Mesmo diante de muitas transformações a tecnologia não substituirá profissionais

Outro mito são pessoas achando que a Inteligência artificial irá dominar o mundo e nós seremos substituídos por máquinas, quando na verdade penso em outro significado para IA, penso nela como Inteligência Ampliada, onde a máquina irá substituir o humano nas tarefas repetitivas e rotineiras agilizando apenas o processamento de informações, a inteligência continuará do homem.  De acordo com o estudo do Instituto for the Future (IFTF), realizado em parceria com a Dell Technologies, a tecnologia não irá necessariamente substituir profissionais, mas vai impactar, pois de acordo com o estudo as empresas tendem a procurar cada vez mais colaboradores para executar tarefas específicas. Outro ponto relevante da pesquisa é que até 2030, aproximadamente 85% das profissões serão novas, ou seja, ainda nem foram inventadas.

O que a tecnologia já oferece para suprir essa transformação

Em estudo intitulado como: “A Universe of Opportunities and Challenges”, desenvolvido pela consultoria EMC, prevê que as organizações vêm acumulando há anos grandes quantidades de dados, e a previsão é que, até 2020, se alcance o volume de 44 trilhões de gigabytes ou 44 zettabytes. Através de grandes conjuntos de dados que precisam ser processados e armazenados, o Big Data, será uma tecnologia que fará parte do dia a dia das empresas. 

De acordo com o estudo: “Big data: The Next Frontier For Innovation, Competition, And Productivity” realizado por McKinsey Global Institute. Diz que “o Big Data se tornará uma base fundamental da concorrência, sustentando novas ondas de crescimento da produtividade, inovação e excedente do consumidor”. Com esse grande volume de dados, as empresas vão precisar colocar esse dados a serviço dos seus negócios, pois será através deles que poderemos criar inovações e processos mais eficientes no dia a dia das organizações. Ainda de acordo com a pesquisa existem cinco maneiras em que o uso de Big Data pode criar valor, são eles: 

  • Informações transparentes e utilizáveis

O big data pode gerar um valor significativo ao tornar as informações transparentes e utilizáveis com frequência muito maior. 

  • Expor variedade e melhorar o desempenho

À medida que as organizações criam e armazenam mais dados transacionais em formato digital, elas podem coletar informações de desempenho mais precisas e detalhadas sobre tudo, portanto, expor variabilidade e melhorar o desempenho. Empresas líderes estão usando coleta e análise de dados para conduzir experimentos controlados para tomar melhores decisões de gerenciamento; outros estão usando dados para ajustar suas alavancas de negócios na hora certa. 

  • Segmentação cada vez mais restrita dos clientes

O Big Data permite uma segmentação cada vez mais restrita dos clientes e, portanto, produtos ou serviços muito mais precisos. 

1) Análises Sofisticadas

Através dos dados conseguimos ter análises sofisticadas que podem melhorar substancialmente a tomada de decisões. 

  • Melhorar o desenvolvimento de produtos e serviços

O big data pode ser usado para melhorar o desenvolvimento da próxima geração de produtos e serviços. Por exemplo, os fabricantes estão usando dados obtidos de sensores embutidos em produtos para criar ofertas inovadoras de serviços pós-venda, como manutenção proativa (medidas preventivas que ocorrem antes que uma falha ocorra ou seja notada).

Como a empresa pode aproveitar essa onda de transformação digital?

Mas na nova era de transformações você não pode estar apenas presente no digital, precisa estar presente estrategicamente onde seu cliente está. Penso em três pilares que podem ajudar as empresas a se posicionarem estrategicamente nessa nova era de transformações.

  • Pesquise

Com a pesquisa de dados temos levantamentos como comportamento de compra do cliente, principais problemas atendidos, sugestões e opiniões dos usuários que podem ser também encontradas em ferramentas sociais, análise do mercado, concorrente entre outros, que podem ser explorados e utilizados para a tomada de decisões e desenvolvimento de estratégias e ações táticas. De fato, o resultado é algo muito valioso para a empresa explorar em sua atuação.

  • Abra a mente e inove

Com a Pesquisa você conseguirá ver seus concorrentes e mercado e poderá rever os processos internos. A inovação só surge quando você começar a pensar diferente e ainda aceitar pontos de vistas diferentes. Juntar pessoas com modelo mental diferente cria perspectivas diferentes para solução de problemas. Tenha em sua empresa uma equipe com mix de conhecimentos e fomente para que haja trocas.

  • Crie e Aplique

Assim como o Itaú na campanha Kidsbook Collection, diante da inteligência das informações coletadas, ele criou e aplicou estratégias de lançamento do seu novo serviço. Essa atitude pode ser tomada por qualquer empresa. Diante das informações de inteligência, a marca estará pronta para lançar produtos ou serviços de acordo com a demanda do mercado e ainda no momento que ele precisa usar os serviços. Com essas informações estaremos antecipando as necessidades de clientes, mude ou crie mercados e ainda diante das informações você consegue prever uma de crise em tempo real. 

  • Na prática

As informações pesquisadas acima vão ajudar a transformar a massa de dados encontradas em inteligência para o negócio. Você poderá pensar nas tecnologias existentes e como elas poderão ajudar estrategicamente seu negócio.

Por exemplo, vamos supor que depois da pesquisa, um ecommerce de moda descubra que os seus clientes não estão comprando as roupas ou estão trocando-as muito após as compras. Pode ser que a pessoa não se sinta segura por não ter noção de como ficará no seu tipo de corpo ou depois da compra viu que a roupa não ficou legal. Alguns solução poderiam ser um provador virtual que faça utilização de Realidade Aumentada ou até Inteligência Artificial que identifique padrões e tente oferecer a melhor opção para o cliente não seria a solução.

Uma marca de telefonia descobre que seus clientes estão ficando muito tempo aguardando para serem atendidos pelo suporte e com isso um crescimento grande reclamações de espera. A utilização de Chatbots bem configurados a marca pode ajudar a diminuir esse problema e ainda para que melhore a velocidade do atendimento ao cliente.

Transformação Digital: trabalho em conjunto de tecnologia com a área de gestão e marketing

A tecnologia tem um papel fundamental no processo de transformação digital, isso já sabemos. Mas quando temos conhecimento do trabalho conjunto que a tecnologia precisa ter envolvendo as áreas de gestão e marketing de uma empresa para ter um resultado eficaz no processo de transformação digital, vamos perceber que não é só a tecnologia que importa, mas todo um processo de mudanças de paradigmas, na forma de ser fazer negócios e ainda a mistura de mercados. 

As empresas precisam ficar atentas, hoje, os clientes não querem apenas um produto, eles querem uma solução para um problema. E ainda, com a abundância de tecnologia, precisamos estar cada vez mais próximo desses clientes.

Fonte:  https://www.linkedin.com/pulse/o-que-é-transformação-digital-e-como-ela-te-ajudará-na-lilian-araujo/

FALE CONOSCO

Rio Info 2017 - 15 anos consecutivos de sucesso.

Pin It on Pinterest

Share This